domingo, setembro 25, 2011

Nova coletânea

Inicio uma nova coletânea, que intitulo “NA BEIRA DO SEPULCRO”. Nesta solicitei a amigos de distintas cidades para me enviar fotos, ou tira-las em seus passeios pessoais e com elas elaborarei poemas.

Esta mesma abordagem foi feita com a fotografa Daiane Kelly nas postagens do mês de Março.

Desta vez inicio com fotos do cemitério de La Recoleta que é o mais antigo e aristocrático da Cidade. Em seus quase seis hectares estão sepultados heróis da Independência, presidentes da República, militares, cientistas e artistas. Entre eles, Eva Perón, Adolfo Bioy Casares e Facundo Quiroga. Os sepulcros e mausoléus foram obras, em muitos casos, de importantes arquitetos. Mais de 70 mausoléus foram declarados como Monumentos Históricos Nacionais.

As fotos que foram tiradas carinhosamente por Víctor Gonzales, autor do blog El Heraldo de la Traducción em sua passagem pela cidade de Buenos Aires no congresso internacional de revisores de textos em espanhol.

NA BEIRA DO SEPULCRO - A porta negra

domingo, setembro 11, 2011

O fim do IML

Chego ao final da coletânea IMPRESSÕES DE UM ASSISTENTE DE LEGISTA. Vamos a lista: O 1° foi PINGUINHA, 2° MILITAR CONTRA CIVIL, 3° O OLHAR DE ANGÉLICA e em 4° e último COPO DE LEITE.

Novamente faço uso desta pagina pessoal para agradecer ao amigo Leiimar por me proporcionar um tema tão envolvente.

A busca da melhor historia e da mais envolvente se junta à premissa de tornar-se um verdadeiro escritor; já que nossa sociedade prioriza uma cultura onde a literatura é mero símbolo de uma época gasta pelo tempo, em que os verdadeiros escritores estão nas folhas amarelas do passado. Ou os modernos são apologistas á uma desgastada cultura imperialista que não representa nossa verdadeira sociedade.

Entre tanto a profusão criativa dos anônimos escritores da sociedade brasileira estão por aí. Imprimindo suas impressões acima das sabedorias acadêmicas e abaixo das vicissitudes sociais.

Hoje na produção de um novo romance, sei o quanto não sei nada. Mas tenho fé em descobrir algo. Afinal escrever é como ter nas mãos uma flor de dente de leão, se enche os pulmões para espalhar suas finas pétalas ao vento, mas a brisa mais rápida o frustra e revela o quanto não possui domínio de nada.

Agradeço as visitas que estou recebendo.

Agora vou a busca de um novo desafio. Quem tiver algo a me propor, esteja à vontade para me enviar um e-mail.

Por quê? Eu sou assim. Assim que sou!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...