FÉRIAS II - Acastelado



Segue seu percurso
Ergue seus muros
No caminho de um povo
Resgatando do congado
Um canto rouco
Largado pelo destino
Mas não esquecido por Irôko Tempo.

Não entoa canto ou Ijexá
Não tem cor dos filhos da noite
De trás das senzalas – um mundo
Sorridente, cadente e ardente
Da noite em cor de Oxumaré estrelar.

Da estrada de terra, sua cor
Segue seu caminho
Seguindo seu percurso
Surgindo além das muralhas
Sem cerimônia, sem medo
Sendo apenas caminhante
Um contemporâneo acastelado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...